terça-feira, 5 de abril de 2011

RAPIDINHAS DE SUCANEIROS

O MENINO BURRALDO

           Dois sucaneiros mata mosquitos, após uma caminhada de quase dois kilometros e sob um sol escaldante de 40 graus, chegam  ao portão de uma residência e avistam a casa no terreno em uma distância absurda e resolvem chamar o morador, ao invés de se arriscarem a entrar e serem mordidos por cachorros.
           Ao longe avistam uma pessoa e começam a gritar:
_ Ho de casa! Moooçaaa! Aloooo! Sucam! Se esguelaram até descobrirem que era em vão.
_ Acho que não vão nos ouvir não amigo! E não tenho forças, porque a garganta esta seca de tanta sede! Falou um quase mudo de tanto gritar.
Resolveram então pegar um pedaço de pau amarrar a bandeirinha que sempre levavam para pôr nos portões e balançar ate que alguem visse. Deu certo.
_ Olha lá! Vem um garoto correndo.
_ Ainda bem.
Após quase três minutos o guri chega bufando,porque a distancia era grande.
_ Fala moço o que é que o senhor quer? Resmungou o guri revoltado pela corrida que deu.
_ Somos mata mosquitos da sucam e queremos fazer o tratamento com inseticida  na sua casa. Falou o guarda.
Respondeu o guri com sotaque bem puchado:
 _ Num posso deixa ôces entra sem primissão da mainha não! Pera só um pouquinho que já vorto.
Antes mesmo que os sucaneiros pudessem detê-lo o foguete mirim sai em disparada.
_ Ho rapaz! Ho rapaz! Volta aqui ho caipira! Muito tarde. Não deu tempo.
_ Caramba cara! Esse guri vai deixar agende esperando mais 10 minutos? Não acredito! Vou morrer nesse sol! Falou o desfalecido.
Consolou o amigo.:
_ Guenta mais um pouquinho! quando ele voltar agente entra e já termina o expediente nesta casa.
O guri aparece no horizonte correndo mais veloz que antes como se quisesse se livrar daquela missão.
 _ Ate que enfim vem o moleque! Não to aguentando mais!
_ Calma amigo! Calma!
O garoto vem se aproximando: 100 metros, 50 metros, 20 metros, 10 metros 5.4, 3, 2, 1 e responde mais rápido que um relampago sem parar a corrida:
_ Mainha disse que num qué comprá inseticida não! Vorta mês que vem que ela disse que compra!
Virou-se ligeiro e zarpou de volta.
_ Moleque infeliz! Volta aqui seu burraldo! Volta! Vooooolltaaaa.
Quase chorando de tanto calor e sede os sucaneiros voltam não acreditando no que aconteceu..

Nenhum comentário: